FASE à frente no Metro de Macau



A FASE – Estudos e Projectos, integrando um consórcio Luso-Francês de empresas de engenharia, obteve a melhor classificação técnica e apresentou o melhor preço, no valor de 176 milhões de patacas (cerca de 14 milhões de euros), para os serviços de Gestão do Projecto e Assistência Técnica para a implementação do Sistema de Metro Ligeiro de Macau.

A Região Administrativa Especial de Macau atravessa actualmente um período de grande desenvolvimento económico, despoletado pelo aumentado das actividades ligadas ao turismo e pela liberalização do jogo.
Neste contexto torna-se necessário melhorar a mobilidade interna da cidade tendo-se optado pela construção de um Sistema de Metropolitano Ligeiro Automático, isto é, não precisando de maquinistas nos comboios. A circulação será feita em viadutos ao longo do traçado, sendo as estações também sobre-elevadas em relação à superfície, funcionado ao nível dos viadutos. Nesta 1ª fase a rede incluirá 20 Km de linha e 23 estações, ascendendo o investimento a 4,21 biliões de patacas. (cerca de 340 Milhões de euros, preços de 2006).

Recorde-se que a Fase acumulou ao longo destes últimos anos, um conhecimento substancial do contexto local, através do envolvimento da sua subsidiária, Fase Ásia Consultores de Engenharia, Lda., localizada em Macau. A Fase é uma empresa Portuguesa líder no mercado da Engenharia em Portugal, que presta serviços multidisciplinares de Engenharia e de Gestão de Projecto. Com cerca de 340 colaboradores, dispõe de uma equipa de técnicos especializados com experiência comprovada em grandes projectos, nas áreas de edifícios, industria, infraestruturas e transportes, incluindo sistemas de Metro Ligeiro e de Metro Subterrâneo. A Fase já trabalhou com a Egis Rail durante o Projecto do Metro do Porto, tendo-se agregado a Setec Its ao consórcio dada a sua experiência em sistemas de metropolitanos automáticos.
 
Notícias relacionadas: FASE ganha contrato de 176 Milhões em Macau

« Anterior  Seguinte »


« Voltar